Nutrição e Atividade Física

Nutrição e Atividade Física

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Adoçantes: vantagens e desvantagens

ADOÇANTE é um produto composto de edulcorantes que são substâncias com alta capacidade de adoçar. Geralmente são dezenas, às vezes centenas de vezes mais doces do que o açúcar. Entre os edulcorantes estão os naturais e os artificais:
  • Artificiais (principais): sacarina, ciclamato, aspartame, sucralose.
  • Naturais: stevia e frutose*.
* Somente a frutose contém calorias.

Adoçantes artificiais – vantagens e desvantagens
 Sacarinas (sódica ou cálcica): A vantagem da sacarina é que pode ir ao fogo, é permitida para diabéticos e não possui calorias, porém a desvantagem é que em altas concentrações deixa sabor residual amargo.

Ciclamato: É aplicado em adoçantes de mesa, bebidas dietéticas, geléias, sorvetes, gelatinas, entre outros. A vantagem é que assim como a sacarina é estável em altas temperaturas e permitido para diabéticos, a desvantagem, no entanto é que por conter sódio deve ser consumido com moderação por hipertensos além de deixar sabor residual azedo.

Aspartame: Possui sabor agradável e semelhante ao açúcar branco, só que com potencial adoçante 200 vezes maior, permitindo o uso de pequenas quantidades. Possui a desvantagem de ser sensível ao calor perde o seu poder de adoçamento em altas temperaturas. É contra indicado para pessoas portadoras de fenilcetonúria, uma doença genética rara, que provoca o acúmulo da fenilalanina no organismo, causando retardo mental. Apesar de ser acusado de causar câncer em animais de laboratório, não existem comprovações cientificas deste fato em seres humanos.

Sucralose: Possui sabor agradável. Pode ser usada como adoçante de mesa, em preparações como refrescos e sobremesas instantâneas, aromatizantes, conservantes, temperos, molhos prontos, compotas, etc. possui as vantagens de poder ir ao fogo e ser permitido para diabéticos. No entanto a desvantagem fica por conta do seu custo que é bastante elevado.


 Adoçantes naturais
Stevia: Com boa estabilidade em altas ou baixas temperaturas, pode ser consumida sem nenhuma contra-indicação por qualquer pessoa. Não produz cáries, não é calórica e não é tóxica. Sua desvantagem é que apresenta sabor residual.

Frutose: Realça os sabores e aromas naturais dos alimentos, sua absorção ocorre lentamente, logo não provoca picos de altos e baixos no teor de açúcar sanguíneo. Porém o excesso de frutose pode acarretar em aumento de triglicerídeos. Pessoas com problemas no metabolismo lipídico também devem evitar seu consumo. Estudos comprovam que a utilização por tempo prolongado inibe a absorção do cobre, mineral essencial na síntese da hemoglobina. Não recomendada para diabéticos descompensados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário